domingo, 9 de março de 2008

Pelo Dia Internacional da Mulher-08/03/2008

"COM LICENÇA POÉTICA

Quando nasci um anjo esbelto, desses que tocam trombetas, anunciou:
Vai carregar bandeira.
Cargo muito pesado pra mulher, esta espécie ainda envergonhada.
Aceito os subterfúgios que me cabem, sem precisar mentir.
Não sou tão feia que não possa casar, acho o Rio de Janeiro uma beleza e
ora sim, ora não, creio em parto sem dor.
Mas o que sinto escrevo.
Cumpro a sina.
Inauguro linhagens, fundo reinos – dor não é amargura.
Minha tristeza não tem pedigree.
Já minha vontade de alegria, sua raiz vai ao meu mil avô.
Vai ser coxo na vida é maldição pra homem.
Mulher é desdobrável.
Eu sou."

Adélia Prado

2 comentários:

Natania Nogueira disse...

Que legal, vc fez um blog!!!!
Obrigada pelos comentários. Quando vc quiser que eu "invente" um curso, é só mandar!
:-)
Aliás, agora que vc é blogueira, que tal entrar para a lista da qual faço parte, que se chama blogs educativos?
Beijão!!

Claudia Conte disse...

Obrigada pelo recado Natânia, criei coragem e iniciei uma GRANDE CONVERSA ABERTA! Meu tempo é um pouco reduzido, mas acho que é possível. Estou bem no início, mas gostei da dica e se é para possibilitar mais interlocuções, estou a disposição.
Um forte abraço!
Claudia Conte
Obs.: Ainda não tive tempo de fazer contatos para o Blog, você é a primeira que me encontrou.